Blockchain: Bancos Estão Atrasados em Novas Tecnologias, diz Estudo Brasileiro

(Foto: Shutterstock)

Um estudo da Cedro Technologies apontou que apenas um quarto das instituições financeiras acredita estar em um processo de transformação digital. De acordo com a análise, uma das maiores preocupações dessas empresas é o fator ‘segurança’.

A tecnologia Blockchain tem sido muito discutida no setor financeiro, porém ainda é um sistema apontado como complexo pela maioria das organizações.

Segundo a pesquisa, uma das prioridades também em relação à segurança são implantações de APIs (Interface de Programação de Aplicativos) que é um processamento que permite a troca de informações entre dois ou mais sistemas.

“Constatamos que 75% das empresas ainda estão num estágio inicial de maturidade da transformação digital. Apesar dessa necessidade já estar latente, frente ao avanço das fintechs e as mudanças do mercado, esse dado revela que ainda há muito o que avançar”, disse o fundador e CEO da Cedro Technologies, Leonardo dos Reis Vilela, via LinkedIn.

A primeira instituição financeira que se envolveu com a tecnologia oriunda do Bitcoin foi o Grupo Santander que, em parceria com a Ripple, lançou o ‘Santander One Pay FX’, o primeiro sistema de transferência de moeda baseado na tecnologia blockchain feito por um banco.

O assunto sobre essas inovações no setor financeiro, principalmente bancos, tem se transformado em extensas pautas nas instituições. Isto acontece por conta da complexidade no processo de estudo de migração a novos sistemas.

A pesquisa ouviu mais de 100 executivos de Tecnologia da Informação (TI)  durante o mês de abril e revelou que a cada quatro instituições três já iniciaram pelo menos um planejamento para tais mudanças. E planejar não é executar, por isso a maioria está praticamente apenas estudando como fazer.

De acordo com o estudo, a maioria das instituições admitiram que em relação às inovações tecnológicas, a adversidade está na cultura da organização — a falta de conhecimento por parte de seus funcionários, e não em temas tecnológicos ou regulamentação.

É curioso notar que uma entre cada cinco instituições destacou que parceiros externos e fornecedores também apresentam limitações técnicas na hora de falar ou fornecer tecnologias relacionadas a esse novo momento, apontou o Valor Econômico.

De acordo com a avaliação da Cedro, o setor financeiro atualmente usa apenas 18% da sua competência quando o assunto é transformação digital, o que representa um grande caminho a ser percorrido.

Negociações via Blockchain

No início do mês, a We.Trade, plataforma de intercâmbio financeiro baseada em blockchain, comunicou que as primeiras negociações comerciais efetivadas por meio da nova tecnologia proveram testes bem-sucedidos.

As transações começaram a ser realizadas por quatro instituições bancárias em 28 de junho. Foram concluídas 7 transações por 10 empresas em 5 países. O processo abrangeu 11 nações europeias, incluindo França, Holanda, Suécia, Reino Unido, Espanha e Alemanha.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br