BitcoinTrade e Nox promovem lives para falar de investimento em tempos de coronavírus

A profissionalização do trader de Bitcoin ao longo dos anos
Foto: Shutterstock

Diante da instabilidade global gerada pela pandemia de coronavírus, duas exchanges com atuação no Brasil — BitcoinTrade e NOX Bitcoin — farão lives nesta quinta-feira (26). O objetivo é situar o público sobre caminhos possíveis de investimentos em bitcoin em meio a esse cenário. Ambas são abertas a qualquer interessado no tema.

Com as restrições a eventos para evitar aglomerações — e assim também coibir a circulação do vírus — as lives pela internet se tornam um caminho natural. De quebra, permitem a participação de qualquer interessado, independente de onde esteja. Basta a conexão de internet colaborar.

BitcoinTrade às 10h

A primeira das lives na quinta acontece às 10h, promovida pela BitcoinTrade em sua conta no Instagram (@bitcointradebr).

Nela, o CEO da exchange, Carlos André Montenegro, fará um debate com o economista Richard Rytenband. O objetivo, segundo o executivo, é falar sobre as perspectivas para a economia e para o bitcoin na atual crise mundial.

“Precisamos entender o que podemos esperar daqui para frente na economia e no mercado de criptoativos, mesmo porque não podemos esquecer que no meio de tudo isso, temos o halving, e ainda é incerto
como esta crise pode impactar nesta redução pela metade na recompensa de mineração do Bitcoin”, disse Montenegro em um comunicado à imprensa.

NOX e Investificar às 18h

Ainda na quinta, às 18h, será a vez da NOX Bitcoin — por meio do seu braço de conteúdo, o Investificar — promover uma live no canal da corretora de criptomoedas no YouTube.

A live contará com a participação de João Paulo Oliveira, CEO da NOX; Alyson Ferrer, diretor de operações da corretora; e Lucas Bassotto, economista e produtor de conteúdo da NOX.

“Comentaremos sobre os últimos acontecimentos na economia e nos mercados, faremos uma revisão das notícias mais importantes, falaremos sobre a dinâmica de um bear market, que estamos vivemos agora. E, mais importante, discutiremos sobre como sobreviver à este período de tanta volatilidade”, diz o anúncio do evento.