Bitcoin volta aos US$ 4.000; criptomoedas operam em alta

(Foto: Shutterstock)

Durante a madrugada, o preço do Bitcoin operou em alta e ultrapassou a marca dos US$ 4.000 pela terceira vez no ano.

A criptomoeda foi negociada próxima aos US$ 4.200 às 01:00 e recuou, sendo cotada a US$ 4.080 às 10:00. No Brasil, a criptomoeda é negociada a R$ 15.300, de acordo com o IPB.

Gráfico horário BTC/USD da Bitfinex

Desde a baixa anual de US$ 3.450, o BTC já valorizou quase 18%. O acumulado de 2019 está em 6%.

Nas últimas 24 horas, o volume negociado nas principais exchanges globais foi de US$ 10 bilhões, mantendo o patamar dos últimos dias.

O que esperar

Um trader de criptomoedas conhecido como “Galaxy“, afirmou que o preço do Bitcoin pode nunca mais voltar aos US$ 3.000.

De acordo com a Galaxy, desde que foi criado, o bitcoin estabeleceu uma tendência de sempre atingir novos recordes de preço, suportar uma queda, iniciar uma acumulação e se recuperar, atingindo uma nova alta histórica em seguida. Ele disse:

“Embora os preços possam parecer aleatórios (para alguns), eles realmente criam padrões e tendências repetidos.”

Com base nessa tendência, o trader disse que os investidores provavelmente nunca mais verão o Bitcoin em US$ 3.000 novamente após abril e a recuperação começará entre um e dois meses.

Sinal de compra

De acordo com ‘Crypto Thies’, o Bitcoin teve seu primeiro indicador de compra no gráfico semanal desde outubro de 2016, quando o BTC estava sendo negociado a US$ 500.

Criptomoedas em alta

As principais criptomoedas do mercado estão operando em alta nesta manhã sábado (16). Bitcoin Cash e Binance Coin são os principais destaques, com 11,2% e 4,94% nas últimas 24 horas.

O valor de mercado somado das criptomoedas está em US$ 140 bilhões, com o Bitcoin representando 50,7% deste montante, o menor nível em 2019.


3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br