Bitcoin retorna aos US$ 10.000 após dias em queda

(Foto: Shutterstock)

O Bitcoin voltou a operar em alta e rompeu a barreira dos US$ 10.000 na tarde desta quarta-feira (31), mais uma vez, após quatro dias de queda e tendo chegado a bater US$ 9.100 no domingo (27). No Brasil, a criptomoeda é negociada a R$ 37.960 às 17:02 (horário de brasília).

Em julho, o BTC acumula uma desvalorização de 6% após cinco meses consecutivos de fortes altas. Desde o início do ano, a moeda digital já valorizou mais de 150%.

Em análise compartilhada com o CCN, Simon Peters, analista da eToro, disse que o movimento de alta de hoje é “apenas um pump, nada mais”. Ele também comentou que o volume do mercado está muito baixo desde que o Banco Central dos EUA (FED) cogitou diminuir as taxas de juros.

Ainda assim, Peters expressou otimismo de que a decisão política do FED possa catalisar uma recuperação mais forte no mercado de criptomoedas. O FED confirmou o corte nos juros em 25 pontos base nesta quarta (31).

Por outro lado, muitos analistas de criptomoedas continuam pessimistas com a tendência de curto prazo do mercado, temendo que o hype sobre a introdução do projeto Libra, do Facebook, tenha impulsionado uma repressão do governo dos EUA sobre o mercado de criptomoedas.

Na semana passada, a Receita Federal dos EUA (IRS), começou a enviar cartas para mais de 10.000 detentores de criptomoedas, alertando-os de que podem ter infringido as leis fiscais federais.

O órgão não especifica quais violações foram infringidas, mas é provável que seja referente aos impostos de ganhos de capitais.

Mercado segue devagar

Ethereum opera em leve valorização de 2,2% no dia, recuperando os US$ 215 mas cai 1,74% no par BTC/ETH, sendo cotada a 0,0216, menor patamar desde o primeiro trimestre de 2017.

Com o halving se aproximando, o Litecoin segue em alta e ganha 7% no dia e acumula mais de 200% de valorização apenas em 2019.

Ripple (XRP) cai 0,25% e é negociado a US$ 0,31, com queda de 25% em julho.

O valor de mercado total das criptomoedas é de US$ 275 bilhões, com o bitcoin representando 65% do montante.


Compre Bitcoin na Coinext

 Compre Bitcoin e outras criptomoedas na corretora mais segura do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://coinext.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!