Bitcoin opera em queda e atinge menor preço do ano; criptomoedas despencam

Bitcoin atinge menor preço de 2019 enquanto criptomoedas despencam (Foto: Shutterstock)

O Bitcoin voltou a operar em queda após três semanas de estabilização desde o inicio do ano. Com uma queda de 5% nas últimas horas, o bitcoin é negociado a US$ 3.450 e renova a mínima anual.

No Brasil, a mínima anual também foi renovada e o BTC foi negociado a R$ 12.932 de acordo com o Índice de Preço do Bitcoin.

Gráfico BTC/USD da Bitfinex

Ao longo dos últimos três meses, apesar de quedas intensas, o Bitcoin defendeu o nível de suporte de US$ 3.000 em várias ocasiões.

Um trader de criptomoedas chamado “Mayne” afirmou no Twitter que o Bitcoin poderia cair mais 50% em relação ao preço atual se não mantiver o nível de US$ 3.000.

“O BTC pode cair mais 50% daqui. O tempo de operar vendido foi ano passado. O fechamento diário parece bom se este nível se mantiver”, disse Mayne.

Alguns analistas sugeriram que nenhum suporte forte foi formado abaixo de US$ 3.000, o que pode deixar o ativo vulnerável a uma queda acentuada se cair abaixo dos principais níveis de suporte de curto prazo.

Chris Burniske, sócio da Placeholder, uma importante empresa de capital de risco de criptomoeda, afirmou que o “dinheiro inteligente” está observando a tendência de preço do Bitcoin e que grandes métricas de compra podem se formar se o Bitcoin ficar abaixo de US$ 3.000.

Da mesma forma, em meados de dezembro, grandes muros de compra surgiram nas exchanges de fiat-to-crypto como Coinbase e da Bitstamp, quando o Bitcoin caiu para uma baixa de 12 meses a US$ 3.122.

Burniske sugeriu que muitos investidores estão tentando comprar o fundo do ativo na região dos US$ 2.000.

Ele disse:

“Independentemente de o BTC suba ou desça, há muitos compradores grandes observando de perto. Um monte de “dinheiro inteligente” está esperando para pegar um fundo (provavelmente no alto dos US$ 2000, apenas quebrando US$ 3K, antes de voltar acima da média móvel de 200, ou entrar rapidamente quando há consenso significativo de que o fundo está em situação de baixo risco.”

Criptomoedas caem e derrubam mercado

Acompanhando o movimento do Bitcoin, o Ethereum volta a ser cotado a US$ 100 enquanto o XRP da Ripple, também em queda, é negociado a US$ 0,29. Ambos também atingindo a menor cotação de 2019.

A maior queda nas últimas 24h é da Binance Coin, que devolveu a alta da semana passada.

Com as quedas, o valor de mercado das criptomoedas volta ao patamar dos US$ 110 bilhões.

Cotação das principais criptomoedas

BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil. Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!