Bitcoin é negociado abaixo dos US$ 5.000; R$ 19.000 no Brasil

(Foto: Shutterstock)

A queda, que se iniciou na semana passada e teve continuidade na manhã desta segunda, (19) voltou a se agravar, fazendo o Bitcoin ser negociado abaixo dos US$ 5.000.

Na Coinbase e em diversas exchanges internacionais o par BTC/USD caiu para US$ 4.950 antes de voltar acima dos US$ 5.000, reduzindo seu valor de mercado para apenas US$ 88 bilhões, menor patamar dos últimos treze meses.

Gráfico BTC/USD da Coinbase

No Brasil, a criptomoeda é negociada a R$ 19.126. Por volta das 15:00, ela chegou a ser negociada a R$ 18.670, de acordo com o IPB. Essa cotação representa o menor preço do Bitcoin no país desde a primeira semana de novembro de 2017.

Não está claro o que precisamente está conduzindo a continuação, embora haja especulação que é uma combinação de incerteza em torno do recente hard fork do Bitcoin Cash misturado com fatores técnicos pessimistas.

O preço combinado do BCH e do BSV, as moedas originadas no hard fork, caiu agora para cerca de US$ 300, uma queda de 50% em relação ao preço de cerca de US$ 600 antes da divisão.

Na semana passada, o Crypto Rand, uma trader e analista de criptomoedas bem reconhecido, afirmou que o suporte de US$ 4.800 é bem importante, especialmente se o BTC não conseguir se recuperar rapidamente para o nível de resistência de US$ 6.000.

Criptoativos seguem em queda

Liderado pelo Bitcoin, o mercado segue em forte queda, com quase todas as criptomoedas caindo próximo ou mais de 10% nas últimas 24 horas.

O valor de mercado total já se encontra abaixo dos US$ 170 bilhões.

Fonte: Portal do Bitcoin

Leia também: Bitcoin, Ethereum e Ripple: Análise técnica 19 de novembro


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil
Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!