Bitcoin Continua em Queda e US$ 8.000 já é Realidade; Altcoins Despencam

Um novo dia começou mas a situação continua a mesma. Bitcoin amanhece mais um dia em queda, tendo chegado a US$ 8.094 às 7:00 na Bitstamp.

Gráfico BTC/USD da Bitstamp

Esse é o menor preço desde o dia 25 de novembro do ano passado.

Ao conversar com um grande amigo meu, experiente no mercado e trader há vários anos, ele disse que o principal suporte do bitcoin agora encontra-se perto dos US$ 7.000, portanto, eu não me assustaria caso o bitcoin chegasse próximo disso.

No Brasil, a coisa também está feia e o bitcoin já acumula uma queda superior a 20% desde ontem, sendo negociado agora próximo aos R$ 25.000. O volume nas últimas 24 horas nas principais exchanges do Brasil foi de 4.098 BTC, um volume bem alto perto do normal.

Uma outra coisa interessante é que há exatamente 1 ano atrás, o bitcoin era cotado a US$ 960. Dito isso, a criptomoeda acumula uma alta de quase 800% em 365 dias.

Tratando-se de notícias que possam justificar a queda, nada diferente do que já foi informado ontem.

Altcoins em queda

Entre as criptomoedas, o bitcoin é o que está mais suportando a queda. Com exceção dele, todas as altcoins desvalorizaram mais de 20% nas últimas 24 horas. Com isso, o bitcoin volta a aumentar o seu marketcap, que agora é de 36%.

Cardano, NEM e Stellar amarguram as piores quedas, com mais de 30% cada.

O valor de mercado das criptomoedas agora representa agora  US$ 390 bilhões, menos de 50% do que já foi um dia, quando chegou a US$ 830 bilhões.

Leia Também: Janeiro foi o Sétimo Pior Mês da História do Bitcoin

 

BitcoinTrade

A primeira plataforma Brasileira que você pode comprar com segurança utilizando o seu Cartão de Crédito como forma de pagamento. Eles aceitam Visa e Mastercard. A BitcoinTrade ainda conta com certificação de segurança PCI Compliance, a única no Brasil. Acesse aqui: https://www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!