Bitcoin continua em queda e é negociado abaixo dos US$ 4.000; criptomoedas despencam

Bitcoin renova mínima anual. Os preços se equivalem aos de setembro de 2017 (Foto: Shutterstock)

O Bitcoin voltou a cair no final da tarde deste sábado (24) e já é negociado abaixo dos US$ 3.800 nas principais exchanges internacionais.

No Brasil, a criptomoeda opera em queda de quase 10% no dia e é negociada a R$ 15.198.

Gráfico do BTC/BRL do IPB (Fonte: Portal do Bitcoin)

Agora que o mercado se mostrou incapaz de sustentar o nível de US$ 4.000, muitos analistas apontaram US$ 3.000 como próximo nível de suporte crucial do BTC.

O analista CryptoMedication, que publica suas análises em seu canal no Telegram, disse que continua pessimista no curto prazo pelo fato da velocidade da queda não ter diminuído.

Ele afirmou que enquanto não tiver um alívio ou uma consolidação por um período de tempo razoável, não haverá um retorno na alta do preço. “Agora, estou vendo um suporte mais forte em US$ 3.600”

Mercado despenca

Os criptoativos estão operando em forte queda nas últimas 24 horas e especialmente na última hora.

Todas as criptomoedas desvalorizaram mais de 20% nos últimos sete dias, com a maioria perdendo 30% e chegando a até 50%, como é o caso do Bitcoin Cash.

Apenas oito criptomoedas conseguem se manter com um valor de mercado superior a US$ 1 bilhão. No início do ano, mais de 40 criptos tinham uma capitalização de US$ 1 bi.

Com a queda, o valor de mercado somado chega a US$ 126 bilhões, o mesmo do final de setembro do ano passado.

Cotação e variação das principais criptomoedas (Fonte: Portal do Bitcoin)

BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br