Bitcoin atinge menor valor dos últimos sete dias; criptomoedas seguem em queda

Foto: Shutterstock

Após cair US$ 300 ontem e se recuperar rapidamente, o bitcoin voltou a cair nesta terça-feira (31), chegando a US$ 7.664.

No Brasil, de acordo com o IPB, a cotação do bitcoin opera em queda diária de -4,33%, sendo negociado a R$ 29.485 às 18:00.

Apesar do final de mês em baixa, julho está fechando com uma alta de 19%, e será o terceiro mês no ano em que o BTC fechará positivo.

Gráfico do Índice de Preço do Bitcoin (IPB)

Não se sabe o que impulsionou este pequeno recuo. O anúncio da semana passada de que os reguladores norte-americanos haviam derrubado a última tentativa dos gêmeos Winklevoss de listar um ETF de bitcoin causou uma liquidação temporária, mas o mercado se recuperou no dia seguinte.

Outros pedidos seguem como o da VanEck e da SolidX seguem sob análise da SEC. A Agência protelou para setembro apenas a análise da Direxion Investments, de acordo com uma nota publicada na terça-feira (24) no Diário Oficial do Governo dos Estados Unidos (GPO).

Segundo o analista sênior de mercado da eToro, Mati Greenspan, o próximo nível de suporte do BTC era em US$ 7.800, de modo que os investidores deviam prestar muita atenção a essa marca ao especular sobre o futuro de curto prazo do BTC.

Semana de queda

Dentro do top 20 das criptomoedas, apenas Binance Coin e VeChain estão operando em alta no acumulado dos últimos sete dias. O Bitcoin é uma das criptomoedas que menos está sofrendo com as quedas. EOS, Cardano e Monero estão com quedas superiores a 15%.

O valor de mercado das criptomoedas está em US$ 275 bilhões, de acordo com o coinmarketcap.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!