Banco Mundial cria categoria de títulos com blockchain

Fachada do Banco Mundial, Washington D.C. (Foto: Minsvyaz Russia)

O Banco Mundial anunciu que lançará a primeira categoria de título de repasse de moeda baseado na tecnologia blockchain. A organização pretende cortar custos e maximizar a eficiência e segurança de seus repasses. O Commonwealth Bank of Australia ficou responsável pela implementação do projeto.

A bond-i – como foi chamada a nova categoria de título – foi anunciada na última quinta-feira (09). O comunicado à imprensa define a bond-i como “o primeiro título em todo o mundo a ser criado, alocado, transferido e gerido ao longo de seu ciclo de vida usando a tecnologia de distribuição de registro”.

A organização global de crédito e financiamento de países esclareceu para a CNN que a parceria com o Commomwealth Bank of Australia custou 100 milhões de dólares australianos – US$ 73 milhões.

Denis Robitaille, CIO do Banco Mundial, falou no anúncio sobre o impacto da iniciativa no desenvolvimento tecnológico:

Ajudar países na transcrição para o desenvolvimento movido pela tecnologia é a chave de nossos objetivos em reduzir a pobreza e promover desenvolvimento sustentável. […] esse título pioneiro é um marco em nossos esforços para aprender como podemos auxliar os países que são nossos clientes com as oportunidades que tecnologias disruptivas oferecem […]

Para a CNN, o Banco Mundial se baseou na produtora de carros Daimler, que foi responsável pela emissão de títulos baseados em blockchain em um plano piloto.

O blockchain oferece diversas possíveis vantagens em relação aos títulos tradicionais, cuja emissão e segurança dependem majoritariamente de papéis há cerca de 200 anos, como lembra no documento James Wall, um dos executivos institucionais sênior do Commonwealth Bank.
A Austrália planeja basear todo seu sistema de câmbio de ativos para blockchain até 2020.

Arunma Oteh relatou no anúncio que “o objetivo é continuar a fomentar a inovação em benefício dos mercados, e nossa missão é acabar com a pobreza e aumentar a inovação e aumentar o compartilhamento da prosperidade.” O Banco Mundial diz prover fundos para países em desenvolvimento, desenbolsando até US$ 60 bilhões por ano em fundos.


Compre Bitcoin no Celular

A BitcoinTrade é a melhor plataforma para operar criptomoedas do Brasil.
Compre Bitcoin, Ethereum e Litecoin com segurança e liquidez, diretamente pelo app.
Baixe agora e aproveite, acesse: www.bitcointrade.com.br