Banco Central da China Forma Comitê para Supervisionar Impacto de Fintechs na economia

0

Fora da atual batalha da China com a regulamentação das criptomoedas, seu banco central formou um comitê dedicado e focado na política das fintechs.

Leia Também: Banco Central da China diz que Bitcoin não pode receber mesmo status legal como dinheiro devido à falta de regulamentação

Segundo o jornal local, o People’s Bank of China (PBoC) usará o grupo para “estudar o impacto de fintechs na política monetária, no mercado financeiro, no pagamento e na liquidação”.

Apresentando os planos, o PBoC continuou em um post:

“Vamos reforçar ainda mais o intercâmbio e a cooperação no país e no estrangeiro, estabelecer e melhorar os mecanismos de gestão de inovação financeira e tecnológica adequada para o clima nacional da China, lidar com a relação entre segurança e inovação e orientar o uso adequado das novas tecnologias no campo financeiro”.

Mais uma menção é feita sobre o chamado ‘RegTech’, uma novíssima seção de inovação focada em atualizar a infra-estrutura do governo através de tecnologias como Blockchain.

Blockchain tem sido vista como um possível jogador-chave nos enormes planos de desenvolvimento internacional apresentados pelo governo chinês, comentando, no entanto, que a incerteza regulatória é atualmente um grande obstáculo.

Enquanto isso, o comércio  entre pessoas físicas não para de crescer e continua a expandir-se para novos patamares, como demonstrado pelo LocalBitcoins, clicando aqu, no fim de semana que termina no sábado, 13 de maio.

loading...
loading...