Banco Central da China diz que Bitcoin não pode receber mesmo status legal como dinheiro devido à falta de regulamentação

Tem um tempo desde a última vez que ouvimos PBoC (Banco Central da China) no que diz respeito ao Bitcoin. Na semana passada, um dos funcionários mencionou como o bitcoin não pode ganhar status legal na China. Para ser mais específico, ele não pode ser colocado no mesmo nível que o dinheiro fiduciário. Isto é devido à falta de regulamentações. Um sentimento muito estranho, embora este comentário não seja inteiramente surpreendente.

As criptomoedas como o bitcoin não são regulamentadas ou emitidas por bancos ou governos. Embora esse seja um dos principais pontos do bitcoin, muitas pessoas vêem isso como um problema e isto é uma verdade para reguladores e legisladores. Enquanto bitcoin está ganhando status legal em alguns países, o mesmo não acontecerá na China em breve. De acordo com Huang Yusong, há uma falta de regulamento de KYC (Know your Customer – Conheça seu Cliente) e de AML (Anti Money Laundering – Contra Lavagem de Dinheiro).

Sem status legal para o Bitcoin em breve, de acordo com o PBoC

Essa afirmação não é inteiramente surpreendente neste momento. O PBoC recentemente reprimiu as trocas de bitcoin para reforçar suas exigências contra a lavagem de dinheiro. Como resultado, muitas plataformas pararam as retiradas da criptomoeda por um período não revelado. Curiosamente, isso não teve um impacto negativo sobre o preço de bitcoin e outras criptomoedas até agora.

O PBoC não tem planos imediatos para tomar uma abordagem mais amigável com o bitcoin. Agora, a instituição continua a examinar a viabilidade das moedas digitais.

No final, essa declaração não muda absolutamente nada. Todo mundo sabe que os bancos não gostam de bitcoin e outras moedas digitais. Atrapalhar a vida das bolsas de Bitcoin é a melhor coisa que fazem, já que estas plataformas facilitam a compra e venda da moeda. O PBoC provavelmente continuará a fazer isso no futuro, e isso é apenas mais um motivo para as trocas p2p (peer-to-peer) aumentarem, como já vem ocorrendo.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!