Aplicativo do Itaú vai permitir compra de dólar e euro a partir de julho

Itaú ganha na Justiça direito de encerrar conta corrente de corretora brasileira
(Foto: Shutterstock)

A partir de julho, os clientes do Itaú Unibanco vão poder comprar dólar e euro através do aplicativo do banco, reportou a instituição através de um comunicado de imprensa na segunda-feira (10).

De acordo com a nota, o serviço não vai cobrar taxas e vai funcionar 24 horas por dia, inclusive aos finais de semana.

Com a ação, o banco visa garantir a taxa de câmbio das moedas estrangeiras do momento da compra, bem como travar o valor quando a cotação estiver favorável pela compra via aplicativo.

Segundo a instituição, a retirada das notas de dólar ou euro devem ser realizadas em até cinco dias úteis em qualquer agência Itaú, respeitando o horário de funcionamento local — o cliente também será avisado com alertas sobre o prazo de retirada das notas.

O diretor da instituição, André Daré, disse que a nova solução vai permitir mais conveniência para quem precisa comprar moedas estrangeiras.

Para ele, “a novidade permite que as pessoas possam acompanhar a taxa de câmbio e comprar a moeda de forma rápida e prática pelo aplicativo quando acharem mais conveniente”.

Ele cita, ainda, a comodidade de retirar as notas em vários locais, como em pontos localizados dentro de aeroportos e shoppings e que operam com horário estendido.

O lançamento do serviço acontece próximo ao período das férias de julho. Conforme o comunicado, neste mês há um aumento na procura por serviços de câmbio no banco.

“A nossa funcionalidade garante maior comodidade e segurança para comprar moeda estrangeira, facilitando o planejamento de conhecer novos países e culturas para lazer ou mesmo para fazer cursos de curta duração no exterior”, disse o diretor.


Compre criptomoedas na 3xBit

Inovação e segurança. Troque suas criptomoedas na corretora que mais inova do Brasil. Cadastre-se e veja como é simples, acesse: https://3xbit.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!