Analistas dizem que preço do Bitcoin ainda não atingiu o fundo

Analistas dizem que o Bitcoin pode cair ainda mais durante o ano (Foto: Shutterstock)

O Bitcoin está com dificuldade de voltar a ser negociado acima dos US$ 4.000 e para alguns analistas ele continuará caindo.

Embora o volume diário negociado da criptomoeda tenha aumentado, de US$ 4 bilhões na semana passada para US$ 5,2 bilhões em média nesta semana, o ativo permanece com baixa volatilidade.

Muitos analistas disseram que a faixa de US$ 3.000 a US$ 4.000 provavelmente será o fundo do mercado de baixa do Bitcoin. Alguns, incluindo Willy Woo, sugeriram que o mercado pode começar a se recuperar no terceiro trimestre de 2019.

Mas Jani Ziedans, analista de mercado do Cracked Market, afirmou que o Bitcoin ainda não encontrou um fundo adequado e está demonstrando um suporte frágil atualmente.

“O Bitcoin continua a lutar e está na faixa dos US$ 3.000. Se os preços estivessem sobrevendidos, já teríamos tido um pullback. Essa base frágil nos diz que a demanda ainda é incrivelmente fraca e esse selloff ainda não encontrou um fundo”, disse ele.

Enquanto a percepção sobre o fundo potencial do Bitcoin difere muito entre os analistas, a maioria concorda que o ativo está se aproximando da última fase do mercado de baixa.

Ano da acumulação

Eric Thies, analista técnico, disse que, semelhante ao movimento de preço do Bitcoin em 2015, o ativo pode iniciar um forte movimento de alta até o final de 2019.

“Semelhante a 2015, 2019 pode ser o ano da acumulação”, disse ele, mesmo que o ativo demonstre uma volatilidade selvagem na zona de baixa de US$ 2.000 a US$ 4.000 nas próximas semanas.

No entanto, nos próximos meses, o pesquisador e analsita Willy Woo, mais conhecido por seu trabalho no Woobull.com, disse que o volume dentro da rede do Bitcoin permanece relativamente baixo para sugerir o estabelecimento de um fundo adequado.

Woo explicou que, enquanto a queda acentuada do Bitcoin de US$ 6.000 para US$ 3.122 levou a um aumento no volume, ele não mostrou nenhum sinal do início de um período de acumulação.

Como sugeriu o CEO da BitMEX, Arthur Hayes, é provável que os tokens e criptoativos com fundamentos fracos e pequenas bases de usuários venham a se debater ao longo de 2019.


BitcoinTrade

Baixe agora o aplicativo da melhor plataforma de criptomoedas do Brasil. Cadastre-se e confira todas as novidades da ferramenta, acesse: www.bitcointrade.com.br

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!