A Bolha Não é o Bitcoin

(Foto: Pixabay)

Embora o o valor de mercado esteja a subir, no momento em que este artigo foi escrito, o sentimento é bastante negativo. Talvez devido às altas expectativas em relação à conferência Consensus, que não criou tanta demanda em relação ao Bitcoin, pelo menos não tanto quanto nos anos anteriores.

Eu entendo que é o seu dinheiro que está em jogo e o mercado tem sido bastante destrutivo. Mas também é minha e de todos os outros que decidiram mudar de moeda fiduciária para criptomoeda. Para a maioria das pessoas, você sabe que o bitcoin é um veículo de investimento; talvez um pouco mais preocupante, é o fato de que o foco não é nem mesmo bitcoin, mas sim altcoins. Onde mais poderíamos obter esses enormes ganhos?

Mas a ganância tem um custo. Eu amo novas idéias, novos projetos, novas formas de pensar e inovação em geral. Eu também adoro o conceito de descentralizar confiança e dinheiro e o superpoder/super-responsabilidade que daí advém. Obviamente, o debate é consideravelmente mais interessante quando o total de marketcap de (inserir o nome de um projeto top 10) vale bilhões.

Em algum momento, precisamos parar e nos perguntar, quão felizes estamos com o progresso real do espaço da criptomoeda? Tantas empresas surgiram, mas onde está a verdadeira mudança? Existe uma bolha ou o mercado está subvalorizado? O preço está alinhado com o desenvolvimento e adoção da tecnologia, de alguma forma?

Mais importante:

Podemos ainda ir para a lua?!

*Este artigo expressa apenas a minha opinião pessoal. Não serve, em qualquer circusntância, de aconselhamento financeiro. Cada um é sempre responsável pelo seu dinheiro e pelos seus investimentos.

Eu não tenho absolutamente nenhuma ideia, e não penso muito nisso. Não me leve a mal, espero que o mercado se torne otimista e que possamos quebrar a tendência do mercado de futuros da CME de manter o Bitcoin abaixo de 10k. Espero que todos os projetos cumpram suas promessas. Espero que o preço, o desenvolvimento tecnológico e o desenvolvimento de negócios se alinhem. Meu desejo é que tudo funcione muito bem e todos que investiram levam para casa algum lucro.

O problema é que a realidade funciona de maneira um pouco diferente.

Talvez em um universo diferente, onde não fazemos escolhas ruins e não somos gananciosos por natureza, isso possa acontecer.

O que eu vejo é que muitos projetos estão claramente supervalorizados, uma falta definitiva de pesquisa sobre conceitos reais comprovados e muito dinheiro desperdiçado em campanhas de marketing, anúncios, assessores, rastreadores de ICOs, conteúdo promocional pago em vez destes projetos se focar no desenvolvimento real de produtos e corrigir problemas importantes.

“Para ganhar dinheiro, você precisa gastar dinheiro”

Não. Não foi por isso que eu entrei no mercado de Criptomoeda.

Eu quero ganhar dinheiro, ficar rico e não precisar de me preocupar com nada mais para o resto dos meus dias, concentrando-se apenas em fazer o que eu amo. Mas há muitas maneiras de alcançar esse objetivo. Você não precisa de 1000 BTC para iniciar uma plataforma descentralizadora (seja qual for a empresa) com incentivos econômicos. Ou pelo menos você não deveria. Uma das coisas que impulsionam minha paixão pela criptomoeda é o que está por vir: quando as pessoas com uma necessidade real de tecnologia começam a participar, hordas de cada vez.

Claro, nossos ganhos são importantes. Mas há algo muito maior que influenciará todo o marketcap.

Imagine quando estes 33% de pessoas em todo o mundo sem acesso a bancos ou mercados financeiros, perceberem que podem simplesmente fazer o download de um aplicativo e serem pagos em uma moeda aceite em todos os lugares. A verdadeira beleza do bitcoin e outras criptomoedas continua a ser sua natureza descentralizada, sem permissão e transparente.

Mas para que isso aconteça, talvez precisemos deixar a ganância de lado por um segundo e pensar em maneiras de redistribuir melhor o dinheiro. Se você não vê como isso é importante para seu ganho pessoal, deixe-me esclarecer.

Pense no que acontece quando você inclui 2,3 bilhões de pessoas no sistema financeiro.

Você consegue fazer isso?

Não consigo conceitualizar o impacto em nossas vidas diárias, mas do ponto de vista financeiro, isso é o que eu vejo: 2,3 bilhões a mais de clientes para cada negócio, potencialmente. Ao incluir financeiramente pessoas que não tiveram a chance de participar da economia mundial, agora você pode alcançar novos clientes em todos os lugares; porque os meios de troca são sem fronteiras e sem permissão, ninguém pode ser impedido de trocar valores e serviços. A digitalização do mundo, via smartphones móveis com acesso à internet, pode mudar a forma como fazemos negócios para sempre.

Por exemplo, se você faz negócios na África, ou mesmo aqui no Brasil, talvez saiba que é quase impossível retirar dinheiro, devido às muitas restrições relacionadas a moedas. Agora você pode saltar sobre esse problema, transacionando em criptomoeda. Ou talvez se você estiver disposto a treinar uma força de trabalho totalmente nova, que precisa de muito menos dinheiro para sustentar um padrão de vida aceitável. Pode não ser fácil, mas com o conjunto certo de ferramentas, motivação e pessoas, poderemos ver novos negócios especializados florescendo nos países em desenvolvimento.

Na próxima parte iremos discutir quais os factores que irão influenciar a adoção massiva do Bitcoin.

loading...