3 opções para investir a restituição do Imposto de Renda

(Foto: Shutterstock)

A Receita Federal está começando a pagar os primeiros lotes da Restituição do Imposto de Renda para quem fez a declaração em 2019. O que você acha de utilizar esse dinheiro extra nos seus investimentos?

Separei três opções interessantes para quem está procurando uma boa utilidade para esse dinheiro. Elas estão separadas por risco baixo, médio e alto. Vamos conhecê-las?

Para quem quer investir no curto prazo

Ter um prazo máximo para deixar o dinheiro investido é um dos principais passos para quem está começando a traçar suas estratégias de investimento. Quem busca essa opção geralmente quer retornos com um prazo de resgate que não seja tão moderado. Logo, não é interessante deixar seu dinheiro em uma aplicação que tem um prazo de 5 anos.

Abaixo, podemos ver investimentos que representam desde o risco mais baixo até o mais elevado. Considerei a quantia de R$1.000,00 e um prazo de 6 meses (curto prazo).

Baixo Risco – LCI Banco Pine pagando 93% do CDI

A vantagem do LCI é que ele possui isenção do Imposto de Renda e também conta com FGC (Fundo Garantidor de Crédito), que protege o seu dinheiro caso o banco não consiga pagar o título, ou seja, o risco de perda total do dinheiro é 0. Ao investir nesse título por 6 meses, você conseguiria uma quantia de R$ 30,98 de lucro, o que representa um ganho de 3,09% no período.

Fonte: Yubb

Risco Moderado – Bitcoin Capital Protegido

Esse tipo de investimento é chamado de Operação Estruturada, que reúne a previsibilidade da renda fixa com a rentabilidade dos investimentos de renda variável. Ela é lastreada em ativos financeiros e baseada em três cenários: queda, aumento ou estabilidade de preço.

As Operações estruturadas com capital protegido são comuns no mercado financeiro tradicional e, agora, elas estão chegando no mercado de criptomoedas, que possui um grande potencial de retorno no curto prazo quando comparado ao mercado tradicional, devido à sua volatilidade.

Com elas, é possível comprar bitcoin com riscos minimizados e ainda ganhar na valorização da moeda digital. Com a Operação de Bitcoin com Capital Protegido, você abre mão de parte do lucro da valorização do Bitcoin em troca de 100% de proteção do total de dinheiro investido. Ou seja, se o preço subir, você ganha 70% da valorização ocorrida até um limite máximo de 20%. Se o preço cair, você não perde nenhuma quantia.

Fonte: Nox Bitcoin

A operação de Capital Protegido com Bitcoin não tem FGC (Fundo Garantidor de Crédito) como em um CDB. Por isso, é importante verificar a confiabilidade da empresa. O risco desse tipo de investimento é a perda para a inflação no período, caso o preço do Bitcoin não suba durante a vigência do contrato, que geralmente é de 4 meses.

Mas, ainda assim, é uma boa opção para quem quer apostar com segurança em um mercado que vem entregando uma alta performance no ano de 2018, o mercado de criptomoedas. No período de 1 ano, foi possível ter um ganho de 14% com o Capital Protegido, enquanto que o Bitcoin teve um ganho de 4,91% no mesmo período (20/05/18 até 24/05/19).

Risco alto – Fundo de ações

A bolsa de valores brasileira está passando por um grande período de valorização com expectativas sobre a Reforma da Previdência e medidas liberais da Economia, presididas pela equipe de Paulo Guedes.

Um fundo de ações pode ser uma boa pedida para quem não possui tempo para acompanhar o mercado todos os dias e quer pegar carona no bom momento da bolsa brasileira.

Os fundos de ações são operados por gestores profissionais certificados e oferecidos em corretoras reguladas pela CVM. Esses fundos precisam possuir, pelo menos, 60% de sua respectiva carteira em ações. A bolsa de valores representa um risco maior, porque as ações de algumas empresas são voláteis, especialmente no Brasil.

Algumas dessas ações podem fazer parte dos fundos, logo, é preciso realizar uma análise da carteira do fundo antes de investir, o que pode ser um pouco mais trabalhoso, mas que pode render ótimos rendimentos se feita corretamente.

A desvantagem dessa opção é evidenciada com altas taxas de administração e o prazo de resgate, que varia de 1 a 60 dias úteis.

Segue abaixo uma lista de fundos de ações e suas respectivas rentabilidades. No entanto, vale lembrar que rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura:

Fonte: XP Investimentos

Conclusão

Se você não gosta de arriscar muito, um LCI do Banco Pine pode ser uma boa alternativa para investir no curto prazo. No entanto, os ganhos não são tão atraentes para essa opção. Se você quiser melhores resultados, deverá buscar uma opção mais ousada.

Se você quiser um pouco mais de risco com a possibilidade de ter o dobro do ganho do LCI, a alternativa de bitcoin com capital protegido será uma excelente opção, porque protege 100% do seu investimento e ainda oferece a possibilidade de ganhos. Essa é a alternativa mais equilibrada para quem busca bons ganhos como riscos controlados.

O fundo de ações é uma opção mais ousada para quem quer pegar carona no momento da bolsa e apostar na valorização que viria com uma reforma da Previdência e as medidas econômicas de Paulo Guedes. Tem o maior potencial de retorno, mas os riscos também são maiores. O investidor deverá estar preparado para volatilidade.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!