Top 10 Altcoins: Tudo o que você precisa saber sobre as concorrentes do Bitcoin

0
236

As criptomoedas estão revolucionando o dinheiro. Desde que Satoshi Nakamoto criou a moeda em 2008, testemunhamos uma proliferação de empresas e desenvolvedores tentando criar algo parecido. Utilizando o Bitcoin como base dezenas de moedas promissoras surgiram. Entretanto, apenas alguns poucos se mostraram como verdadeiros concorrentes do Bitcoin.

Aqui estão as Altcoins (Moedas alternativas ao Bitcoin) com maior valor de mercado de acordo com o CoinMarketCap (Note que a lista varia bastante, então tenha como base o dia em que o artigo foi escrito):

Ethereum

J.P Morgan, Microsoft e Intel se aliaram para criar o mais feroz rival de Bitcoin em circulação hoje: Ethereum. O objetivo principal do empreendimento era programar acordos vinculativos dentro da própria Blockchain. Isso encarnou no agora-popular recurso de contrato inteligente (smart contract).

Curiosamente, Ethereum não é apenas uma moeda. É uma plataforma Blockchain movida pela criptomoeda Ether. O New York Times descreve a tecnologia como “um único computador compartilhado que é executado pela rede de usuários e em que os recursos são parcelados e pagos por Ether”.

Ripple

A Ripple atraiu uma grande quantidade de capital de risco durante a sua criação, reunindo impressionantes $90 milhões de dólares em financiamento total.

“Ripple fornece soluções globais de liquidação financeira para permitir que o mundo troque valor como ele já troca informações dando origem a uma Internet de Valor (IoV). A Ripple busca diminuir o custo total de liquidação, permitindo que os bancos façam transações diretamente, imediatamente e com a certeza de liquidação“, Descrição do site da Empresa.

Inicialmente um pequeno concorrente, Ripple ganhou impulso no mercado de criptomoedas, vendo um aumento acentuado no início deste ano. Na verdade, Ripple experimentou um aumento de 100 por cento no valor dentro de um período de 24 horas no final de março.

Litecoin

O ex-engenheiro do Google, Charles Lee, criou a Litecoin em um esforço para melhorar o Bitcoin. Ou seja, a velocidade para gerar um novo bloco é melhorada drasticamente. As transações são muito mais rápidas. Da mesma forma, no entanto, esta velocidade torna a Blockchain da Litecoin maior e mais propensa a produzir blocos órfãos (Blocos validos que não fazem parte da chain principal. Ocorrem quando dois mineradores produzem blocos no mesmo tempo).

Dash

Dash, uma combinação das palavras “digital” e “Cash”, é o dinheiro da Internet. Dash é rápido. Suas transações são instantâneas. “Seu tempo é valioso. Os pagamentos do InstantSend confirmam em menos de um segundo “, diz Dash. Em comparação, as transações do Bitcoin podem levar até uma hora para serem processadas.

NEM

NEM é escrito em Java; Construído em uma base de código inteiramente nova separada e aparte do código aberto de fonte do Bitcoin. Existem algumas outras diferenças intrigantes do Bitcoin também. Na NEM, você colhe e não minera. É essencialmente o mesmo que a mineração do Bitcoin, apenas que várias pessoas lucram – embora em quantidades muito menores – a partir de um bloco gerado.

NEM introduziu o algoritmo de proof-of-importance (prova de importância) para o ledger digital. A riqueza de um usuário e o número de transações são usados para registrar as transações.

NEM tem crescido rápido em sua avaliação desde o início de 2017 desde que está sendo abraçada no Japão.

Ethereum Classic

Versão clássica da Ethereum. É Uma plataforma paralela e sustenta um número considerável de usuários com um marketcap de quase $500mil dólares.

Por que existem duas versões da mesma plataforma?

A comunidade da Ethereum sofreu um fork quando um desacordo sobre um roubo tecnicamente legal de fundos teve de ser segurado. A maioria dos usuários desejava alterar o código da Ethereum para recuperar os fundos perdidos (criando a atual Ethereum). Uma minoria acreditava que Ethereum não deveria ser alterado, mesmo em casos de usuários explorando o recurso de contrato inteligente para enganar outros, o Blockchain deve permanecer “imutável”, diziam eles. Assim, a minoria criou a versão clássica de Ethereum, que ainda sobrevive e prospera.

Monero

Monero é voltada para aqueles que desejam maior anonimato. A criptografia permite que você “envie e receba fundos sem que suas transações sejam publicamente visíveis na Blockchain”. As transações são completamente não rastreáveis devido à alavancagem da Monero de ring signatures. Por causa da sua ênfase na privacidade, viu uma grande adoção pela darknet e por outras organizações obscuras.

Zcash

Zcash, assim como a Monero, oferece maior privacidade aos usuários. Ao contrário da Monero, as transações são protegidas ao invés de feitas completamente privadas. Ou seja, os detalhes da transação em si, como os usuários envolvidos e a quantidade negociada, estão ocultos. Zcash faz isso usando “zero-knowledge” (conhecimento zero) que permite que as partes troquem fundos sem revelar a identidade um do outro.

Decred

Apesar de já estar no mercado a um tempo, a Decred teve o lançamento da sua versão 1.0 recentemente.

O foco principal da Decred é na “contribuição da comunidade, na governança descentralizada e no financiamento e desenvolvimento sustentáveis”. A moeda combina proof-of-work e proof-of-stake como algoritmos de mineração para garantir que uma minoria de utilizadores não seja proprietária da maioria dos fundos e que as decisões são lideradas pela comunidade em vez de um punhado de desenvolvedores ou primeiros investidores.

PIVX

PIVX significa Private Instant Verified Transactions (Transações privadas verificadas instantaneamente). Outra moeda open source com blockchain descentralizada , ele é construída a partir do Bitcoin Core. Como Zcash e Monero, PIVX busca maior privacidade e segurança.

“Nós acreditamos que você tem o direito de fazer transações de forma privada e segura, sem interferência ou pressão de corporações, influências governamentais, olhares indiscretos ou indivíduos e movimentos nefastos”, diz PIVX.

Golem

Golem é um supercomputador global, de código aberto e descentralizado que qualquer pessoa pode acessar. É composto do poder combinado de máquinas do usuário, de laptops pessoais a datacenters inteiros.

Qualquer pessoa será capaz de usar Golem para calcular (quase) qualquer programa que você pode pensar, de renderização de pesquisa para sites em execução, de uma forma totalmente descentralizada e barato.

A rede Golem é uma economia descentralizada compartilhada de poder de computação, onde qualquer pessoa pode ganhar dinheiro ‘alugando’ seu poder de computação ou desenvolvendo e vendendo software.

MaidSafe

A Rede SAFE (Secure Access For Everyone) é composta pelo espaço não utilizado do disco rígido, poder de processamento e conexão de dados de seus usuários. Oferece um nível de segurança e privacidade atualmente não disponível na Internet e transforma as tabelas em empresas, colocando os usuários no controle de seus dados, ao invés de confiar nas organizações.